Saltar para o conteúdo

4

Boas pessoal,

Saudades de escrever, mas têm sido umas semanas muito movimentadas. Muitos quilómetros, muitas horas de alcatrão, terra batida, ginásio. Pela primeira vez, estou a levar (mais) a sério um plano de treino para uma Maratona. A minha terceira "Prova Rainha".  Ao contrário das primeiras, em que me limitei a "sacar" da Internet um plano e segui-lo fielmente (mais ou menos ahahah) , nesta decidi fazer um up-grade. Ou seja, decidi procurar a ajuda de pessoas que, com a sua experiência, poderiam levar-me a evoluir e chegar ao meu SONHO: FAZER UMA MAJOR MARATHON (conjunto de 6 maratonas mundiais, que se realizam em Berlim, Londres, Tóquio, Nova York, Chicago e Boston - a mítica).

Voltando ao up-grade do plano de treino, gostava de resumir neste artigo as primeiras nove semanas, de um total de dezoito, até ao dia 04 de Novembro, em que voltarei à "Invicta" cidade. Tudo começou no início de Julho, mais precisamente no dia 03. Foram 15 quilómetros, a um ritmo contínuo, com uma média final de 5.14/km, quando era suposto ser a 5.30/km.

Daí até hoje, dia 02 de Setembro, nove semanas passaram, muitos quilómetros nos meus "alicates" fininhos de lingrinhas. Alguns sustos físicos a meio. Acho que são fruto do esforço. Mas eu sempre ouvi dizer que sem esforço, não vamos a lado nenhum. Não tem piada. E eu quero chegar longe... Muito longe. E ainda só vou a meio do "sonho" de cruzar mais uma meta, acabar mais 42,195 metros.

Não quero terminar o artigo, sem agradecer a algumas pessoas:

Armando Monteiro, Mister (acho que te posso chamar assim). Muito obrigado pelas tuas dicas, pela tua paciência em fazer um plano todas as semanas. Sei que estás sempre ai, a olhar pelos teus "pupilos". Acredita que contigo, tudo faz mais sentido.

Jaime Ramos, PT. Tu sim, puxas aqui pelo lingrinhas até mais não, até o chão do ginásio fica tipo poça de chuva, do suor aqui do atleta. Tu sim, tens uma paciência imensa aqui pelo "descordenado". Mas vamos conseguir, havemos de chegar à perfeição.

Correr Lisboa, equipa. Família Vicente, orgulho de pertencer a este grupo e que me permitiu conhecer pessoas fantásticas, com quem partilho e partilharei muitos quilómetros. Juntos somos mais fortes.

Mãe Matilde, Familia, amigos em geral. Que estão aí desse lado a apoiar, que às vezes devem pensar: Lá está o Caramba a correr outra vez, bolas.... ou então, Filho, tanta corrida, não te magoes. Não, minha Mãe. Amo-te. Amo-vos.

E claro, MEUS ANJOS DA GUARDA. B. e F. Sempre a meu lado, passando aquela energia boa, quando parece que tudo vai correr mal. Sempre a meu lado, de mãos dadas para a vida e no meu CORAÇÃO, seguindo os meus passos.

 

SÓ PARO NO PORTO.